Visitantes Online:  6

Home Page » Recanto da Leitura  
 
 
 
 

RECANTO DA LEITURA

 
 
 
 
<<< VOLTAR

  Alcoolismo e Recuperação


Apontado pelas autoridades da área da SAÙDE como um dos mais sérios problemas de SAÙDE PÙBLICA em todo o globo terrestre, o alcoolismo vem merecendo, cada vez mais, a atenção de especialistas os mais diversos.
O ato de beber de forma compulsiva e repetitiva é uma das características desse desconcertante transtorno, cuja origem se confunde com os primórdios da civilização.
Considerando que o alcoolismo seja realmente um sério problema de SAÙDE PÙBLICA em todo o mundo, constatamos que o beber descontrolado, ao longo do tempo, provoca um desequilíbrio generalizado em toda pessoa acometida por este transtorno.
Assim, temos 1°:- O Equilíbrio BIO-PSICO-SOCIAL (Antes da instalação do alcoolismo.).
Para descrever a respeito do equilíbrio bio-psico-social, imaginamos um círculo dividido em três partes iguais: O nosso Cérebro se encontra normal..
2º:- TEMOS como conseqüência do nosso alcoolismo a deformação de nosso Cérebro, e passamos do Equilíbrio ao desequilíbrio bio-psico-social. Para descrever este desequilíbrio já não temos o círculo como foi relatado, antes da instalação do alcoolismo. (Nosso cérebro está deformado)
Se o alcoolismo é um problema tão antigo quanto á própria humanidade, acreditamos que a busca de soluções se arraste por igual período.
O conhecimento, evidentemente, durante séculos, não foi suficiente. Por isso, a situação do portador desse mal foi sempre nebulosa.

(NEBULOSA: (Do latim nebulosa) Adj, 1-) Coberto de nuvens ou vapores densos; nevoento, nublado, nebulosu. (2-) Sombrio, triste, ameaçador. (3-) Sem transparência; turvo, nebuloso. (4-) Pouco definido, indistinto. (5-) Fig.ininteligível, obscuro, enigmático, misterioso, nevoento.
Recuperação(do Latim recuperatione)s.f.Ato ou efeito de recuperar-se.
(Recuperar (Do latim Recuperare) v, t.d. 1-) Recobrar (o perdido); adquirir novamente-Fonte: Novo Dicionário da Língua Portuguesa – Aurélio Buarque de Holanda-Editora Nova Fronteira -1986.



Ø Um programa chamado de Irmandade Cristã do Primeiro Século, iniciado na Grã-Bretanha nos anos 20, por Frank Buchman, também conhecido por Grupos Oxford, propunha a “mudança do mundo, através da mudança de vida.”.

Ø Em 1932, na Suíça, o Psicólogo e Psiquiatra Carl Jung (1875- 1961) disse a Rowland que a esperança para o seu mal seria uma experiência (espiritual).

Ø A 38ª edição de As “Variedades da Experiência Religiosa” de William James havia saído em 1935 – mesmo ano de início do movimento que viria a se chamar Alcoólicos Anônimos.

Um “programa de informação verbal” havia sido desenvolvido a partir das idéias básicas dos Grupos Oxford, de William James e do Dr. Silkworth e depois de profundas modificações, consistiu de seis passos (seis etapas):

Admitimos que estávamos derrotados, que éramos impotentes perante o álcool;
Fizemos um inventário moral de nossos defeitos ou pecados;
Confessamos ou compartilhamos nossas imperfeições com uma outra pessoa, de forma confidencial;
Fizemos reparações a todos aqueles que tínhamos prejudicado, devida à nossa bebedeira;
Tentamos ajudar outros alcoólicos, sem buscar recompensa em dinheiro ou prestígio; e.
Pedimos a DEUS, na forma em que achávamos que existia, a força para praticar esses preceitos.

Embora os princípios de evangelização agressiva e autoritária – os quatro absolutos:
Pureza, honestidade, desinteresse e amor – dos Grupos Evangélicos Oxford fossem rejeitados pelos alcoólatras, ainda assim, foi através deles que os primeiros membros se mantiveram sem beber.

Apesar dos progressos alcançados, no entender de Bill, nosso texto teria de ter uma forma clara e compreensiva, impedindo que a racionalização do alcoólatra pusesse tudo a perder. Se os “seis pilares da verdade” fossem divididos em partes menores, talvez se revestissem de contornos espirituais mais profundos e os leitores tivessem menos dificuldades.

Dezembro/1938
“Eu estava neste estado, que era tudo, menos espiritual, na noite em que os Doze Passos de Alcoólicos Anônimos foram escritos. Eu estava cansado e magoado o suficiente. Eu me recostei na cama, na casa de número 182 da Clinton Street, com um lápis na mão e um bloco de papel rabiscado sobre o joelho. Não podia concentrar-me em meu trabalho e muito menos colocar meu coração nele. Mas aí está uma das coisas que tinha de ser feita. Pouco a pouco veio à minha mente algum tipo de luz”.

“Finalmente comecei a escrever” – conta Bill. “Eu me dispus a fazer o rascunho de mais de seis passos; quantos mais eu não sabia; eu me relaxei e pedi ajuda divina”. Com uma velocidade surpreendente, tendo em vista minhas emoções, completei o primeiro rascunho.
Isso levou talvez meia hora. As palavras continuavam a surgir. Quando atingi um certo ponto, numerei os novos passos. Eram doze ao todo. De alguma forma, esse número me pareceu significativo. Sem qualquer motivo ou razão especial,eu ,os relacionei com os doze apóstolos.

Por várias gerações, a ‘Medicina e a Religião’ têm confiado em princípios estabelecidos ou aproximações básicas, ao ocupar-se com o bebedor-problema. Há semelhanças interessantes e fundamentais nos dois campos”:-

MEDICINA:

1) Uma Mudança de Personalidade

(2-) Fazer uma Catarse

(3-) Os defeitos de personalidade serão eliminados
Através de acurado conhecimento de si mesmo e
Realista ajustamento para a vida.

(4-) Isolamento

(5-) Um novo e dominante pela Vida

RELIGIÂO:

(1-) Um Coração transformado

2-) Um Inventário Moral

(3-) Defeitos de caráter podem ser eliminados pela
aquisição de Honestidade, Humildade, Tolerância ,
Generosidade, altruísmo e amor etc.
*Egocentrismo
* Perder suas vidas, para poder encontrá-las de novo.
Dicionário: Definição de certas palavras:



Catarse:
1. Purgação, purificação, limpeza.
2. Med. Evacuação, natural ou provocada, por qualquer via.
3. Psicol. Efeito salutar provocado pela conscientização de uma lembrança fortemente emocional e/ou traumatizante, até então reprimida.
Personalidade:

Caráter ou qualidade do que é pessoal; pessoalidade.
2. O que determina a individualidade duma pessoa moral.
3. O elemento estável da conduta de uma pessoa; sua maneira habitual de ser; aquilo que a distingue de outra


*Motivação, Vontade:
Em Alcoólicos Anônimos não há ponto de vista médico ou religioso. A.A. não procura
Reformar o membro. Ele, sim, terá de encontrar motivação e desenvolver a sua vontade.
De se Recuperar. E direcionando a sua vontade para recobrar as condições perdidas,
Para a reabilitação, para ressarcir-se da dignidade perdida em um copo qualquer de bebida, ele terá a chance de ter de volta o equilíbrio bio/psico/social e de se transformar em uma pessoa íntegra, feliz e útil a si e todos que os cercam.

“Admissão, aceitação, Fé, boa-vontade”,
Coragem, humildade, honestidade, desprendimento. Tolerância, Amor, Generosidade, altruísmo são ingredientes necessários para a “RECUPERAÇÂO” OBS: Por coincidência os Ingredientes somam o total de 12 Virtudes....

‘Os Doze Passos são as ferramentas, o caminho, o programa de recuperação, para uma nova maneira de VIVER’..

Fraternalmente,
Lucio a.

Este é uma TEMÁTICA de meu amigo, EFECÊ de Souza, sobre o Programa de Recuperação.



<<< VOLTAR